GBU CLOCK

domingo, 20 de setembro de 2009

Casuísticas e relatos no interior do Piauí

A mais nova ocorrência extraterrestre foi vivenciada pelo sr. Manoel Messias de Araújo e pela sua sra. Maria José da Silva entre cidades do interior do Piauí as margens da rodovia PI - 221, Altos e Beneditinos.

Acompanhe :

Diversos moradores da zona rural do município de Altos afirmam ter se deparado com um estranho objeto voador completamente iluminado e que aparece durante a madrugada. Os relatos partem de caçadores, pescadores, estudantes e até donas de casas.

No sábado (12), a dona de casa Maria José da Silva, residente na localidade Faveira, mais conhecida como Mazé, contou que o objeto apareceu para ela pouco depois da meia noite. Foi no instante em que ela se preparava para dormir no alpendre de sua residência, localizada à margem da rodovia PI-221, entre Altos e Beneditinos.

"Eu estava em companhia do meu marido. A gente tinha voltado da residência do vizinho. Então me deitei na rede bem aqui neste lugar (aponta), ao lado da rede dele. Aqui mesmo do lado de fora, no alpendre. A gente dorme fora por causa do calor."

Mazé afirma que estava olhando para o céu quando de repente o objeto se aproximou com luzes intensas diretamente sobre os seus olhos. "Eu vi e fiquei parada. Aí a coisa subiu novamente, muito claro, aí foi que eu chamei meu marido e disse para ele, 'olha, Luís, se tivesse me levado, se não fosse este pau bem aqui tu não ia dar conta de mim'. A 'coisa' não veio até onde eu tava, na rede, por causa da viga."

Segundo ela, foi a viga que dá sustentação ao alpendre que impediu o OVNI de adentrar e raptá-la. Mazé garante que desmaiou por alguns segundos e quando reabriu os olhos o objeto já estava bem alto.

"Era uma luz 'azuzinha' e outra vermelha da cor de fogo. Tinha o formato de uma antena parabólica, talvez um pouco maior." Conforme declarou, irradiava "muita frieza." Mazé disse que sentiu muito medo naqueles breves momentos.

"Outros moradores da região tiveram a oportunidade de ver. A luz aparece sempre", relatou. "Mas não tive informação de que alguém tenha sido sequestrado. Fiquei com medo, confesso que nunca vi nem senti nada igual."

A dona de casa nunca mais dormiu do lado de fora. Ela acredita que o objeto era ocupado por seres de outros planetas. "Foi um primo que me disse. Ele me falou que são uns 'anõezinhos' que vêm de longe, de outros planetas, e que levam a gente para estudar e 'formar família' por lá."

O agricultor Manoel Messias de Araújo, morador da localidade rural Bom Nome, afirma que há três anos estava esperando na Serra da Barra do Coco quando avistou três objetos iluminados. "Duas menores e uma maior. Eu estava a uns dois quilômetros de distância de onde elas desceram e alumiaram até onde eu estava."

Ele afirma que outros caçadores também tiveram oportunidade de ver o objeto. Manoel Araújo garante que não sentiu medo e chegou a chamar: "Vem, ET, ou o que quer que seja, que comigo não tem negócio de medo não".

Os objetos eram arredondados e ficavam parado no ar, iluminando o chão e fazendo um barulho leve, "como se fosse um motor sofisticado." Enfatiza: "Duas coisas não nasceram comigo: medo e preguiça."

Afirma que contou para muitas pessoas e nenhuma duvidou de sua palavra. As luzes misteriosas geralmente aparecem nesta época do ano. "Nos meses de setembro até dezembro, quando a chuva fica escassa, predomina a seca."

"Nesse tempo, já tenho visto muitas vezes. Um tempo desses eu estava 'esperando' na Lagoinha quando veio aquela luz, descendo do céu, feito uma porta de fogo, era por volta de 9h da noite, depois entrou na mata silenciosamente. Foi de impressionar. Neste caso, o objeto não era arredondado e sim retangular, no formato mesmo de uma porta."

Manoel Messias de Araújo




Maria José da Silva

Relato das testemunhas



video



video

Reportagem Toni Rodrigues
edição Fábio Carvalho
Fonte : 180 Graus

Um comentário:

  1. Muito legal e não mentem são muito humildes.

    ResponderExcluir